Páginas

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Os ventos da mudança...





Estou enrolando horrores para fazer essa retrospectiva. É que na verdade, fazer uma retrospectiva, datando fatos é um saquinho. Acho melhor fazer um balanço, já que 2012 foi deveras um ano importante pra mim.
Lembro que em alguma postagem de janeiro eu disse que previa que 2012 seria um ano de libertações, o que foi com total certeza! Esse ano minha mente se expandiu muito! Vejo nitidamente minha mudança e amadurecimento não só de 2011 par cá, mas até mesmo de uns poucos meses para cá. Hoje, posso dizer que tenho um posicionamento político mais definido, uma consciência social e principalmente feminista que eu não tinha antes. Olho pra isso e me orgulho, e agradeço muitos blogs, pessoas e acontecimentos que me proporcionaram esse amadurecimento. Aliás, proporcionam, pois sei que essa mudança ainda está em processo.
Como disse, esse ano no blog me atrevi a sair da linha mais poética e introspectiva (quem eu também amo) para fazer posts sobre política, sociedade, feminismo, sexualidade, religião, educação, assuntos que eu tinha medo de adentrar por julgamentos alheios e também não ter bases que apoiassem minhas convicções. Hoje vejo que já tenho mais base que antes, embora lendo textos até mesmo de um ou dois meses atrás, eu já note que meu pensamento de agora é mais amadurecido. Mas enfim, valeu!Pelo menos comecei minha revolução interna. Pelo menos deixei de me calar!
O saldo negativo foi que desenhei e pintei muito pouco em 2012! Fiz apenas três pinturas e uns 6 desenhos. Essa parte artística está bem parada, infelizmente. Contudo, isso também tem um motivo, que é positivo: li muito esse ano! E eu sou uma pessoa que se dedica integralmente a um interesse por vez!rs.  Não li taaaantos livros assim, li por volta de 20, mas todos os livros foram importantes e significativos, literatura impossível de ingerir como Fast-Food. Alguns desses livros foram:

Mrs. Dalloway /Profissões para mulheres e outros artigos feministas- Virginia Woolf
A hora da estrela/Uma aprendizagem ou O livro dos prazeres/Água viva- Clarice Lispector
Paula/A casa dos espíritos- Isabel Allende
O retrato de Dorian Gray- Oscar Wilde
Mulheres que correm com os lobos- Clarissa Pinkola Estés
O Anticristo- Friedrich Nietzsche
O estrangeiro- Albert Camus
Travessuras da Menina Má- Mario Vargas Llosa
Elogio da Loucura- Erasmo de Hotterdam

Entre outros, que não me recordo agora. Mas bem, dá pra ver que foi uma lista bem proveitosa!
Iniciei minha terapia, que eu precisava muito, e comecei, pouco a pouco, a desatar alguns nós da minha história. Agora eu sei ver um pouco melhor  quando as pessoas estão simplesmente projetando suas frustrações e expectativas em mim e quando estou fazendo o mesmo com elas, por exemplo. Comecei  também a acreditar com mais vontade que as coisas podem mudar, que tudo é uma fase e que há outros caminhos, outras pessoas, outras perspectivas!Algo que tenho notado também, isso de uns tempos pra cá, é  que todos merecemos segundas, terceiras chances e que as pessoas podem mudar com o tempo, que é besteira guardar rancor de algo que aconteceu quando tanto ela, quanto eu, tínhamos mentes diferentes. Eu errei muito esse ano e estou aprendendo com estes erros. Erraram de mais comigo também, mas estou aprendendo com o erros dos outros, principalmente a acreditar mais em mim mesma  e a valorizar unicamente pessoas que valham a pena.
Mas algo impagável que aconteceu foi ter iniciado minha pós graduação  em Arteterapia Junguiana! Devo isso em primeiro lugar a Deus, em segundo lugar ao livro Mulheres que correm com os lobos, e em terceiro lugar ao  meus amigos maravilhosos com quem travei muitas discussões sobre a Tipologia Junguiana de personalidade no Facebook. Esse curso tem sido um divisor de águas na minha vida.
Eu pedi a Deus no início desse ano, que ele fosse transformador, que ele fosse libertador, que eu aprendesse a crescesse em 2012. E com certeza, ele me ouviu!
Feliz 2013 a todos vocês!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se á vontade