Páginas

sábado, 18 de junho de 2011

Esta sou eu,rs. Desenhei agorinha! Como acabo de editar este post, este desenho foi feito as 05h00 da manhã de 19 de junho.


Lembrei-me que disse que colocaria alguns textos antigos, do meu outro blog .Para vocês me conhecerem melhor, este post falou sobre minha trajetória e fala muito sobre a questão do EDUCADOR e como o papel deste (que hoje, orgulhosamente também levo) foi essencial para para muitas de minhas escolhas:

“Noto que apesar de escrever bastante, o pessoal que freqüenta o blog não conhece muito bem o que eu faço, ou seja, quem eu “sou” profissionalmente,rs.
Para quem acompanha a muito tempo,essa história já é bem conhecida. Meu grande sonho era ser jornalista, pois como sabem, amo escrever. Consegui bolsa para Publicidade e Propaganda. Olhando hoje, até que é interessante, aliás, muito interessante, mas me sentia violentada com a ideologia capitalista do curso. Comecei a fazer teatro e cheguei até a pensar que seguiria como atriz, mas graças a Deus, isso não aconteceu,rs. Seria muito infeliz se tivesse seguido nas artes cênicas, não é bem a minha praia. Contudo, pelo teatro comecei a me infiltrar no mundo das artes de maneira mais profunda, já que apesar de sempre ter desenhado muito, nunca havia pensado em fazer artes visuais. Me inscrevi no Pronui para Artes Visuais, Psicologia e Letras. Passei em todos, mas na época eles te davam a bolsa de acordo com sua primeira opção da lista, que no caso era Artes. Entrei meio de gaiata no curso, mas não me arrependo nem uma gota! Amo o que faço!
Há uma coisa muito curiosa e interessante nisso tudo: Eu sou de um lugar periféricao de São Paulo, de família humilde que não tem o hábito de freqüentar museus. Meu primeiro contanto com museus foi na adolescência, aos 16 anos, quando fui a Pinacoteca do Estado em uma excursão de escola. Quando entrei lá, achei muito legal, mas ainda tinha uma visão de senso comum de que arte era arte clássica. Porém, tivemos um educador que nos acompanhou pela Pinacoteca e isso foi um grande diferencial! Lembro-me até que no início da Mediação ele nos perguntou “Que tipo de Artes vocês gostam?” e como estávamos em um corredor cheio de esculturas e pinturas acadêmicas, logo respondi “Estas que estão aqui!”. Então ele me perguntou o porquê disso e eu respondi que é por que esse estilo artístico “ era mais fácil de entender, pois tinha significado!”. Ao longo da mediação, esse educador mudou totalmente a minha visão sobre arte!Foi quase um encontro mágico, uma coisa cósmica! Lembro-me que ao fim, ele nos leva as obras de Nelson Leirner e eu fiquei não admirada, mas hipnotizada com Homenagem a Fontana II, querendo por que querendo explorar todas as infinidades de leituras que havia percebido que uma obra de arte, seja ela acadêmica ou não, pode nos trazer. Aos 17 fui a 27ª Bienal, e lá houve mais um grande encontro. Meu primeiro contato com a Arte contemporânea foi decisivo para tudo o que eu viria a ser depois, e falo isso sem exagero. A Educadora que nos atendeu era de uma sensibilidade e empatia incrível! Sabia com quem falava, quais caminhos tomar conosco, qual era o nosso universos, nos aproximando de algo que era tão distante do nosso dia- a –dia na prática, e ao mesmo tempo, tão presente. Aquela arte era nossa, falava conosco e além de tudo, falava SOBRE nós!
E eu, que fiquei tão encantada com o papel que aqueles educadores tiveram em minha vida, mal podia imaginar que eu também seria um deles!
E é por isso que eu brigo, que eu falo e que eu me empenho ao máximo nesse papel que me foi concedido, pois passei pela tão falada “experiência”, da qual tanto ouvimos falar. E por mais que hoje eu tenha outra concepção do que é arte e como ela pode ser representada, se naquele dia, aos meus 16 anos, eu tivesse simplesmente entrado naquela Pinacoteca ou pior, tido uma “monitoria” e não uma mediação, eu nem sei quem eu seria hoje.” -14-08-2010


E esta também sou eu,rs. Mas em 2008!

3 comentários:

  1. Eu gostei dos dois desenhos, mas, admito e nem entendo a razão, gostei mais desse desenho mais atual. Mais leve, com mais vida, eu acho.

    E se perdemos uma jornalista ou atriz, tenho certeza que ganhamos uma ótima educadora!
    =]

    ResponderExcluir
  2. Conhecendo e já seguindo seu blog vi tem varias amigas aqui fiquei muito feliz.
    Sua postagem é excelente e seu blog é lindo.
    Espero você no meu blog se gostar siga-me.
    Um feliz Domingo beijos e beijos meus,Evanir.

    ResponderExcluir
  3. Poxa Dayane sua trajetoria lembra um pouco a minha quando tinha sua idade, só nunca me interessei por teatro ou artes cenicas como vc.
    Mas tambem adoro arte, meus pintores prediletos são justamente o Escher o Dali que é o meu preferido, e tambem o Botticelli.
    Achei lindas suas pinturas.
    Tambem fiquei muito impressionada quando visitei a pinacoteca da luz, é lindissíma, e restauração que fizeram daquele lugar ficou ótima.
    Espero que vc encontre muita realização nesse seu trabalho.

    ResponderExcluir

Olá queridos!
Seu comentário é bem vindo!Pode criticar, elogiar, desabafar, indicar referências, sinta-se a vontade!
Comentários na intenção de ofender serão ignorados!