Páginas

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Esta foi uma das minhas primeiras pinturas, por isso não está lá essas coisas,rs. Mas ela diz muito!Ao menos pra mim!


Estou um tanto cansada, me sentindo sem vida...Não sei se é efeito do remédio, mas gostaria de deixar tudo pra lá. Parece que estou mais forte para suportar as coisas, mas sei que isso é só uma sensação. A verdade é que me sinto ora perdida, em um mar a deriva, sem timão, sem mapa, sem nada, ora numa redoma de vidro, onde olho a todos, observo, grito, choro e ninguém consegue me ouvir. Ou melhor, ninguém QUER me ouvir!Todos estão mais preocupados consigo mesmos. Eu também estou mais preocupada comigo agora, aprendi que sou totalmente responsável por mim.
Ninguém sabe como estou triste, como estou me sentindo com as mãos atadas, como estou preocupada, me sentindo sem rumo...Pelos meus problemas, por pensar nos problemas alheios que querendo ou não, acabam se esbarrando nos meus. É muito ruim essa sensação de “ninguém vai me entender”, mas é a constatação que cheguei. E agora, não por achar que o que sinto é especial de mais ou superficial de mais, mas por saber clinicamente que NINGUÉM pode entender mesmo, que essa é uma luta minha!Que as pessoas podem me ouvir, me apoiar, mas que muitas vezes, não saberão compreender o que quero expressar, o que passo. E também que eu DEVO parar de passar a mão na minha cabeça, de ter peninha de mim e saber encarar tudo como adulta, que é isso que sou (embora me negue a aceitar,rs).
Eu fiz tantos planos para este ano, achei que aconteceriam tantas coisas...E não é que estão acontecendo mesmo? Mas não do jeito que eu planejava. Mas enfim, tudo tem seu tempo.

3 comentários:

  1. O que você solta pela boca? Tudo o que lhe sufoca, entristece, aborrece? O efeito do remédio? Ou tudo que gostaria de dizer de uma vez? O fogo, aguá, terra, ar que sai da boca não está escorrendo pelo canto da boca; não é um fenômeno moderado e lento. Ele expele com força, com muita força para tocar outras pessoas. Você diz que que está dentro de uma redoma de vidro. Mas você foi em grande parte arquiteta desta redoma para se proteger e ao mesmo tempo para obter o silêncio, para ficar só para melhor observas em redor. Para para se redirecionar novamente. É isso...beijos

    ResponderExcluir
  2. Obrigada :). Liindo mesmo são suuas pinturas. Você é uma artista... Parabéns. Beiijos

    ResponderExcluir

Sinta-se á vontade