Páginas

sexta-feira, 2 de julho de 2010

O espaço que me cabe é o espaço que pouco- a- pouco vou conhecendo, tateando, explorando. É um espaço vazio. Vazio, porém mais cheio do que eu pensava. É um espaço , meio sonífero ,meio...levemente de outro mundo. Outro mundo ... outro eu. Outro espaço que não o meu. Meu outro espaço. Meu outro eu. Meu!


Com os nervos totalmente relaxados eu me deixo tombar nas almofadas de macela, relembrando a minha infância ... cutucando a minha vida. Levantando anseios e suspirando planos. detalhando sonhos, irremediavelmente saltos. Soltar-se, medir-se, despi-se. Perder-se e encontrar-se. Dormindo...alto, plano. Meus sonhos se concretizam a medida que não durmo, mas que também não desperto. Deixo meu mundo ser guiado por nuvens e enfim , bocejo. Rio das minhas piadas, acalento os meus segredos... e espero. Espero pra ver o que serão desses altos e baixos e principalmente, o que será de mim quando essas nuvens passarem.

4 comentários:

  1. Acho que as vezes o tempo é necessário pra a gente se acertar por inteiro.

    ResponderExcluir
  2. A cada momento há uma transformação acontecendo, mudança e metamorfoses são constantes, ter a percepção de tudo isto em nos mesmo e quase impossível pelos cinco sentidos que mais usamos. com o uso deles temos apenas uma pequena parte do sentido que somos e produzimos.
    Te convido a ler a postagem A pequena alma e o sol para ter idéia de quanto belos somos.

    http://estradadasletras.blogspot.com/

    Um ótimo começo de semana!

    Omnia Vincit!

    ResponderExcluir
  3. ao passo que a gema é lapidada pelo Artesão e vai se transformando em jóia esta ganha mais facetas, e os mil brilhos diferentes em cada faceta, cada um deles é unico, mas todos são ela. É interessante ver o primeiro brilho em cada faceta nossa então descoberta.

    ResponderExcluir
  4. Bonito o que você sintetizou da tua vida em poucas palavras...

    Ou vai dizer que a vida uma cabe num simples livro? Ou ainda em simples palavras...

    Fique com Deus, menina Dayane.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Olá queridos!
Seu comentário é bem vindo!Pode criticar, elogiar, desabafar, indicar referências, sinta-se a vontade!
Comentários na intenção de ofender serão ignorados!