Páginas

sábado, 24 de outubro de 2009

Eu não gosto de brigas,desentendimentos,mesmo que eu esteja certa...

Fico mal depois.Estressada,angustiada,aflita.
Fico com pena da outra pessoa,mesmo que tudo seja causado por ela.Tenho vontade de eu mesma fazer-lhe enxergar o erro,mas sei que não posso.
O pior é quando essas brigas/desentendimentos são com pessoas que gostamos tanto...E que de repente,começam a ter atitudes irracionais,nos obrigando a dar pontos em relações que poderiam,com paciência,durar para sempre.
Perdoar eu perdôo,de todo o meu coração.de todo o meu coração...Mas aceitar que a pessoa .não enxergando seus erros,continue tendo as mesmas atitudes até o ponto de isso se tornar algo insuportável,quase um desaforo,mais do que inadmissível,é um pretexto para a sustentação de uma relação doentia,seja ela qual for.
Algumas coisas a gente engole,deixa pra lá,finge não ver,não ouvir,se faz de desentendida...Mas há outras que com todo o respeito,não dá para deixar entalado na garganta.
Nenhum ser humano foi feito para ser capacho de outro.
Não existe ninguém tão superior que se considere no direito de fazer,acontecer e tornar a fazer quando bem entender.
Não existe relação que resista a pressão,a insistência,a quase uma obrigação,uma chantagem. Ao invés disso fortalecer um sentimento,mesmo que seja feito em uma boa intenção,só faz o sufocar aos poucos.Mas aí não há culpados:Nem o que tentou manter a planta viva a todo custo,nem o que deixou-a cobrir com tantos cuidados,quando na verdade,o que ela mais precisava,era de um pouco de ar.Todos erramos.
Fora esses erros,para os outros eu digo não!
Humildade não significa ser submisso a soberba de outros.
Generosidade não significa dar para poder cobrar depois.
Ter razão não significa fazer com que o outro se sinta culpado.
Você não precisa fazer um escândalo para mostrar que está revoltado.
Você não precisa gritar para ser ouvido.
Você não precisa impor para que sua vontade seja aceita.
Você não precisa fazer-se lembrar o tempo todo para não ser esquecido.
Tudo isso mata,conscientemente ou não,acaba matando uma amizade,um carinho,um romance...
Eu já agüentei tanto na minha vida chantagens,prepotências,escândalos,imposições,culpas em minhas costas que hoje digo:
Não sou obrigada a agüentar nada que não esteja me fazendo bem.

16 comentários:

  1. Eu não tenho este problema, pois me acostumei a não ter coração...

    Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de maldade, mas vamos por etapas:

    - É triste separar um amizade por causa de briga, mas entre você e ele, ainda seja você na escolha (pois não vai criar mais cobrança que por fim vai gerar mais atritos);

    - Não sei se uma relação normal se basei a provar (de forma chamativa) quem está certo, sinceramente, penso que seja um saco esta atitude...

    - Hua, kkk, ha, ha, adoro um pouco de masoquismo, mas é algo mais intimo (ou não), mas é claro que não é para forçar coisas a pessoa que realmente gostamos (parte da briga imagino que seja por isto)...

    E menina, sério, por mais que doa pensar assim, alguém melhor vai aparecer na tua vida, ok?

    Dias melhores, ok?

    Fique com Deus, menina Dayane.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Mas Daniel,eu não estou falando exclusivamente de uma relação amorosa...Estou relatando algumas coisas que aconteceram esses ultimos dias e que me deixaram muito triste,de pessoas que não esperava =(.

    ResponderExcluir
  3. Sabe, Dayane.
    algo que me fascina e me asusta ao mesmo tempo? as relações humanas.
    Como são difíceis, complexas. E tão sucetíveis a confrontos, atritos.
    E poderia ser em menor grau tudo isso, posto que é algo quase inevitável, se não fôssemos tão cheios de medos de traumas. Sim, pois quando pessoas machucam as outras, sejam qual for o motivo, é quase sempre por conta de medos e fraquezas que se traduzem mal-ajambradas em relação aos outros.

    Não sei, claro, como tudo aconteceu, até pq seu texto deixa explícito que o importante não é a coisa em sí, mas a insuportável sensação de aguentar dado comportamento. E creio que está no rumo mais correto de não contrair amargura: não segura essa sensação.

    Sempre sofremos sozinhos, em tempestades silenciosas, por engolir sapos, não gritar quando alguém pisa no nosso pé. Esse é o pior crime que alguém pode cometar contra si mesmo.

    Relações (amizade, profissional, amor) sempre são mais perenes e genuínas quando dizemos quando gostamos e não gostamos do que o outro fez. Isso é a base da vida livre de gastrites e hemorróidas.

    Aff, um livro...

    ResponderExcluir
  4. e sim, meu amado Prometeu, meu felino sapeca e matreiro, sumiu faz algum tempo e jamais voltou.

    Sinto falta dele, como se tivesse perdido uma parte fundamental de mim.

    Não tem fuga, a tal da vida faz a gente experimentar a famosa e inevitável "dor da perda",
    sempre, allways.

    ResponderExcluir
  5. Menina, eu adoro armar um barraco quando estou certa quando assunto é comercial, mas quando é com a pessoa que moro ou com alguém que gosto odeioooo... Me sinto péssima antes, durante e depois da briga...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  6. Eu fecho as portas e as janelas, e fico segurando o coração

    ResponderExcluir
  7. Não aguente nada que não te faça feliz...
    Sei lá, a vida é uma só, não vale a pena a gente perder tempo com o que não nos faz bem sabe?
    Seja feliz... liberte-se!

    ResponderExcluir
  8. Vc pegou cheio heim...

    Hj briguei com minha irmã... e ela estava errada, com certeza...
    Fiquei p da vida, porém não consigo de forma alguma abrir aquele côco duro dela e enfiar a verdade .. ela não entende e não faz qq esforço por não entender...

    Ah.. tô estressada...r.sr.s

    QUe raiva...

    Mas sei que vou ficar pensando nisto por um longo tempo...

    =(


    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Tem selinho pra você lá no meu cantinho
    Beijos Beijos

    ResponderExcluir
  10. Tem algumas coisas que acontecem isso mesmo, e não só em relações amorosas (amor de amigo e família é diferente? não podem ser considerados amorososo? heheehhe)

    eu não gosto de brigas e discussões, não gosto mesmo, sou totalmente da paz até onde ela puder existir

    mas se aconteceu isso daí, e tu vinha se sentindo mal já, é bom parar pra pensar mesmo

    não nascemos pra sofrer, embora alguns até gostem disso... negócio é ser feliz mesmo!
    até depois!
    bjoos!
    =]

    ResponderExcluir
  11. as vezes pra acabar com uma briga mesmo estando certa tenho q me calar ou pedir desculpas.
    bjus.;)

    ResponderExcluir
  12. Poxa vida, eu ja lhe disse que encontrei em vc um "que" de mim né?

    Você acabou de descrever todos os pensamentos que tenho sobre a relação conturbada que existe entre as pessoas.
    Uma vez eu ouvi que "A Intimidade acaba com relações" e acho que o problema esta ai... Eu sei (ou penso que sei) lidar com a intimidade muito bem. O problema são as pessoas que eu amo, eles são tão protetores que acabam me lembrando sempre o quanto estupido ou o quanto idiota eu fui ou sou. Eu sei que é por preocuparem-se mas eles se tornam agressivos... como mãe sabe ? O Amor em excesso é quase como um cancer... Não que eu não tenha amor em excessor por alguem, muito pelo contrário, tenho-o com todos ao meu redor, mas minha superproteção não chega ao ponto de entrar em ebulição. Mesmo assim sou julgado como lerdo...

    C'est la vie...

    Espero que melehores mocinha fofa : )

    ResponderExcluir
  13. Eu acredito na sensação de que é preciso ter paciência... sem ela perdemos o controle de tudo... e da vida. bjs moça.

    ResponderExcluir
  14. Concordo com vc.Um dia a gente cansa de tanto falar e mostrar o que está errado em outra pessoa.São coisas da vida!O que se há de fazer?Muito tempo sem vir aqui.Seu blog continua uma delícia de ler!Abraço grande!:)

    ResponderExcluir
  15. Por mais que falem "seja feliz", sempre quebramos essa regra ao brigar com alguém ou querer fazer coisas que te dariam + amigos mas que não te ajudasse em nda. Mto bom seu desabafo :)

    ResponderExcluir

Olá queridos!
Seu comentário é bem vindo!Pode criticar, elogiar, desabafar, indicar referências, sinta-se a vontade!
Comentários na intenção de ofender serão ignorados!