Páginas

domingo, 14 de junho de 2009

Piso em cima das folhas secas.Elas agora são apenas histórias do que um dia já foi vivido.Amasso uma a uma com minhas mãos calejadas e quando sinto-as esfarelar,liberto-as ao vento.Não são mais minhas,se é que um dia já foram...
Dói vê-las voando sem nem se quer resistirem para estar ao meu lado.Pensava que me pertenciam e que nunca iriam para longe,até porque,só conhecia o mesmo punhado de folhas que foram se amarelando com o tempo sem que eu percebesse.Conheci novas espécies na natureza e quis abraçá-las,mas quando vi,as folhas já haviam se ido com o vento.Só posso admirá-las de longe e saber que um dia já foram minhas,assim como hoje,essas novas espécies estão comigo,mas um dia não estarão mais...E quem ou que restará de tudo isso?O que se fixará,criará raízes?Tudo tão efêmero,tão divergente...Nada está preso.As coisas vem e vão,dançando conforme a música.Música essa,que desafina e desentoa quando quer,deixando-me a ver navios e perturbando-me com a certeza de que nada me pertence,ao menos não para sempre.


5 comentários:

  1. as brigas que perdi..
    estas sim..
    eu nunca esqueci..
    eu nunca esqueci..

    que boa lembrança entrar neste teu blog.
    eu costumava amar esta música tempos atrás.
    e vejo que continuo amando.

    http://dixt.blogspot.com/
    http://doodleordie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Engraçado, tive a impressão que as folhas secas foram as ilusões que foram caindo pelo caminho...

    Mas você prefere despedaça-las para nem que a sua existência te incomede...

    Não sei se é esta a atitude, mas parabéns...

    Obs: A diabinha é minha namorada.

    Fique com Deus, menina Dayane.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Isso me fez lembrar uma teoria sobre segurar uma flor, ou contempla-la no jardim. Inspirador e triste.

    Bjos e td de bom

    ResponderExcluir
  4. o para sempre, ainda sim, não é o enterno....
    e talvez a musica não estaja desafinada... e sim esta se afinando, achando cada Tom, para cada nota... e assim que estiver afinado, ai sim.. uma bela canção soara.. e dançando sentira o que é para sempre... e que é eterno de verdade....

    Abraço bem Grandão! Day!!
    Fica com Deus!

    ResponderExcluir
  5. Menina, nem preciso dizer que eu amo as coisas que você escreve. Mesmo quando estava com pouco tepo, eu vinha escondiinha aqui pra ler suas palavras.
    Sinto que suas palavras são minhas também, porque também me sinto como você.

    Grande Beijo.

    ResponderExcluir

Sinta-se á vontade