Páginas

domingo, 17 de maio de 2009



Sou chata.Penso coisas que não consigo expressar e escrevo coisas que não tem sentido algum.Falo muitas vezes sem saber do que estou falando.Não sei como eu me suporto,nem sei se me suportaria se um dia,sendo eu outra pessoa,me deparasse com quem sou.
Pouco a pouco estou voltando a ser a mesma pessimista,dark e depressiva de antes.Meu Los hermanos e Chico Buarque estão voltando a ser The cure e Joy Division.Minhas saias indianas estão voltando as roupas fechadas e escuras.Meu desejo de literatura infantil retorna aos poetas malditos.
Se pudesse,escreveria uma carta a minha alma encomendando meu sossego.Pediria para aquietar-se,ajeitar-se,que tomasse juízo e parasse de tanto chorar por dentro.
Mas sou assim,vou do claro ao escuro num piscar de olhos.Em meu mundo não existe o cinza,pois ou me entrego ao branco mais ofuscante,ou mergulho vagarosamente no negro mais obscuro psicologia poderia me chamar de bipolar,mas eu me chamo de dramática,sem freio,sem crítica.Nomeio-me como um nada que se esbanja quando pensa que é alguma coisa.Exagerada,descontente,chata,chata...E frustrada por não conseguir fugir das minhas próprias profundezas.
Extremamente chata.


-Ouvindo Third do Portishead (Alguma semelhança,Allan?).

17 comentários:

  1. Tb sou meio assim, mas hoje aprendi a viver no cinza...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. E no meio do Branco e Preto...
    Furei meu Peito e Fiz meu Vermelho...
    Chorei e fiz meu Azul...
    e com pedaços de minha Alma, fiz meu Verde...
    e Essas Cores Misturei,
    E novas cores Nascem Todo Dia...
    E Tudo que era Preto e Branco,
    Não Passa de um DEsenho que vou Colorindo....
    E Aplicando um pouco de Luz e Sombra.


    Fazer suas cores...
    é Sofrer um pouco mas.
    mas quando começar a pintar
    vera como é bom.

    ResponderExcluir
  3. E ainda ouve Portishead? rs...

    Bom, eu sou suspeita pra falar de equilibrio... Mas enfim... Cinza é legal. algumas vezes meio grafite, outras um gelo. Mas, dificilmente o negro absoluto ou mto branco. Já dizia (sei la quem, agora n lembro) que mta luz pode queimar, né?

    Bjos e td de bom.

    ResponderExcluir
  4. "Once you know, you can never come back" - RHCP: "Otherside"

    Uma vez cara a cara consigo mesma, é impossível se tornar inocente novamente. Memórias não se apagam e o que somos hoje não substitui o que fomos ontem; somente agrega. Abandonar o que nos é externo e se assimila a nós é difícil, porém, abandonar o que nos é intrínseco, é impossível. Há escuridão, mas o desejo pela luz perfeita pode ser igualmente danoso. O retorno a si mesma lhe permite enxergar saídas que a luz lhe impede. Caminhos que a luz te nega.

    Só existe uma certeza: nem a estadia na luz, nem a estadia na escuridão são eternas. Ambas são quartos sempre abertos, porém, existem portas, para entrar e sair deles.

    Nas trevas, faça bom uso delas. Na luz, sorria, mas não se esqueça do que aprendeu em seus dias de escuridão...

    Tudo tem um fim, até "Hunter"

    And if I should fall, would you hold me? Would you pass me by For you know, I'd ask you for nothing, just to stay for a while. - A mais linda...

    Por muito tempo, quis melhorar meu extremismo. Hoje aprendi que ele faz parte de mim; e aprendi que, sem ele, eu não sou EU de fato. Seus "defeitos" também são você; não faça pouco caso deles, ok?

    ;)

    Küssen!!!

    Ouvindo Rome, é lindo, sobretudo "Beasts of Prey"...

    ResponderExcluir
  5. Uia menina, fala sério...

    Mas está assim por que (indo para o dark power)?

    Espero que melhore.

    Fique com Deus, menina Dayane.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. quem entende esse drama nosso de cada dia?

    amei o post

    ate+

    ResponderExcluir
  7. Cara, só o fato de estar ouvindo Portishead já denuncia que o negocio tá ruim! Seja feliz e vá escutar alguma porcaria pop tipo Lady Gaga (huhUHUUAHUA - 666)

    dsculpa, péssimo conselho.
    Sorria e pronto.

    Bjus'

    ResponderExcluir
  8. Aimmm Amada
    Se solta, jogue tintas e se pinte, mesmo que seja cinza!

    Liberte-se para ser!
    Seja, somente.

    BeijOs e sorrisos

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho um blog de humor, procuro ver piadas nos nossos dramas cotidianos, mas confesso que, muitas vezes, também me sinto assim, Dayane!
    Nesses momentos, procuro pensar que no dia seguinte posso encontrar outra coisa que me faça rir. E que faça os outros rirem também. Aí, o negro total fica cinza.
    Bjoooooooooooo!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Eu sou o contrário de você. Quando não andava muito bem, ouvi Los Hermanos.

    ;)

    ResponderExcluir
  11. Ajuda-nos a passar a ideia da Esterilização Obrigatória para os animais de estimação
    É importante, porque cada vez há mais cães e gatos pelas ruas abandonados
    temos um selo para colocares no teu blogue
    http://esterilizacao-o.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Que bom que tens tanta consciência de você. Eu reflito sobre mim, não sou tão diferente de você.
    Adorei o post.
    Beijos flor.

    ResponderExcluir
  13. Minha chatice se identificou... rs

    Beijo e mais beijos, lindona

    ResponderExcluir
  14. seja qual for o momento vivido por nossa pobre alma... sempre aprendemos alguma coisa!quando estou assim... choro,choro ("chorei, chorei, até ficar com dó de mim...", ponho tudo pra fora. Falando assim parece ser simples e rápido, mas não é.As vezes doi tanto... tanto... mas sempre faço o possível pra sair da fossa...é que cansei de sofrer,sabe.Resolvi não ser vítima de mim mesma!
    Espero que melhores...
    se cuida...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Um pouco de mim em suas palavras menina. Um espelho embaço.

    Grande Beijo.

    ResponderExcluir
  16. Entendo perfeitamente. Me identifiquei um pouco com o post.

    ResponderExcluir

Sinta-se á vontade