Páginas

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Cena do Filme Antes do Pôr-do-Sol





Meu mundo é um só,mas você habita em metade dele,não há escapatória.
Se olho a direita,vejo meu rosto no espelho,meu sorriso sem graça,meus olhos de brilho vazio.Mas se por algum segundo eu me atrever a olhar para o lado esquerdo,verei suas cores,seus dentes,sua língua.Ouvirei seus sons,sentirei seu cheiro,sentirei sua essência se infiltrando em minha medula até fazer com que eu me impregne de sua alma,até fazer com que eu me esqueça de quem sou,onde moro,do que gosto,pra que vivo.Por isso procuro olhar sempre a minha direita,mesmo com seu perfume se misturando aos meus cabelos,com suas palavras ecoando em meus ouvidos e suas músicas batendo no meu peito.
E porque prefiro então negar sua existência contínua no meu pensamento?Porque finjo que sou destra,que prefiro olhar a vida de uma forma mais positiva,mais berrante e intensa,que sou comum?Porque me nego a viver do teu lado esquerdo,do teu lado escuro,denso,melancólico e opaco,mesmo sendo isso mesmo que me atrai,me puxa,me faz sentir que você é um pedaço que há muito tempo faltava em mim?Que sem você não sou inteira,que sem você parece que não sigo em frente?E nem te quero tanto assim,nem te anseio com tanta intensidade,muito menos te desejo.Só sei que me conforta saber que mesmo eu olhando a direita,você sempre estará a esquerda.Se um dia eu não sentir mais seu perfume em meus cabelos,suas palavras em meus ouvidos e sua música em meu coração,saberei que fui despedaçada,que estará aí o fim do universo:o desequilíbrio entre o essencial:eu e você.

16 comentários:

  1. E bom quando o amor é retribuido, mesmo que seja com uma pessoa totalmente oposta a gente...

    Mas o nosso amor não é algo que tenha um lugar, ele apenas existe e acaba ocupando todos os lugares.

    Estava com saudade da sua escrita senhorita Dayane.

    Fique com Deus, menina.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Muitooo Lindo o texto...

    Parabéns pelo Blog!

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Amor!

    Tão belo e incerto.

    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  4. "Se um dia eu não sentir mais seu perfume em meus cabelos,suas palavras em meus ouvidos e sua música em meu coração,saberei que fui despedaçada,que estará aí o fim do universo:o desequilíbrio entre o essencial:eu e você." ....

    Mesmo que não tenha esse perfume... eu o sinto ... mesmo não sabendo de quem seja ...

    Otimo texto Day ...
    aeh \o .. ;P

    ResponderExcluir
  5. Nossa, eu senti falta desse seu lado poético. Lindo e triste.

    As vezes o amor invade. A gnt tenta deixar ele só no canto esquerdo, e ele acaba surgindo do seu lado direito, como uma luz que nunca vai apagar, mas que por vezes, apaga.

    Bjos e td de bom!

    ResponderExcluir
  6. Bom falar o que depois de tão bela declaração. Dizer que foi maravilhoso seria chover no molhado, mas apenas digo que foi sublime e um sonho bonito. Adoro ler seus textos, espero por outros. Namastê

    ResponderExcluir
  7. Bom demais te ler...
    Estava com saudade...

    Beijo e mais beijos...

    ResponderExcluir
  8. Se você escrevesse um livro ele seria um sucesso, cara. Rsrs
    Lindo o texto. *-*

    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Ah, sensibilidade crua e exalando verdade por poror que insistem em se entupir com o pus do cotidiano.

    Adorei o texto e, assim como a Nanah, estava sentindo falta desse seu lado mais poético.

    Küßen!!!

    d..b - Gene Clarck: "With Tomorrow"

    [achando que está no orkut... tsc tsc tsc...]

    ResponderExcluir
  10. Eita que eu acho que dmeorei a vim. To meio sem boas coisas para escrever, mas ta muito bonito seu blog. Nem sei se faz tempo que você mudou, mas continua com ótimas escritas.

    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  11. Existem ocupações afetivas muito delicadas. Depois, vai que acontece uma saída, ou fuga, como é que fica a metade antes ocupada?
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  12. De vez em quando é bom olhar, sabe? à esquerda sempre há metade de nós...

    ResponderExcluir
  13. AMiga... naum vai mais postar?!
    O_O

    BeijO

    ResponderExcluir
  14. Nossa que texto forte, esse medo de se medo de entregar, perder o controle sobre nós. A dor do amor é sem duvida a mais cruel, mas os momentos de felicidade plena compensão.

    xero

    ResponderExcluir
  15. Texto maravilhoso...muito bom mesmo.
    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir

Sinta-se á vontade