Páginas

domingo, 21 de dezembro de 2008

Um longo texto sobre um ano longo



Esse ano representou pra mim a quebra de um grande ciclo de opressão ,dúvidas e angústias,mesmo esse pacote tendo se acentuado -e muito- durante esses 12 meses.
Parei de me ver como a filha,a aluna,a amiga,a menina da casa ao lado e comecei a me enxergar como alguém que tem um espaço a ser preenchido no mundo. Descobri mil caminhos que por medo ou até mesmo por ignorância,não caminhava. Meus defeitos vieram a tona,mas com eles,todo um processo necessário de auto-conhecimento.Com isso,vi dentro de mim qualidades até então desconhecidas.
Ingressei em cursos que me abriram horizontes. Conheci pessoas que me abriram os olhos. Posso dizer que esse ano foi o ano de “aprender o lado ruim da vida” e com isso,começar a fazer as coisas direito.

Tive o prazer amargo de aprender coisas que sempre julguei desnecessárias,mas vi que em muitos casos e com certas pessoas,são indispensáveis:

Aprendi que erro sim,e muito.
Aprendi que infelizmente,tenho que ter um pouco mais de malícia.
Aprendi a dissimular,a fingir estar bem quando na verdade estou mal.
Aprendi a ser cínica,a ser irônica,a ser fria.
Aprendi que nem sempre o que dizem é verdade,que nem todos que falam,falam e falam realmente acreditam no que estão dizendo.Pelo menos,é o que mostram seus atos.
Aprendi a me defender simplesmente ignorando.Enfrentar nem sempre vale a pena.
Aprendi também,que não sou o único ser a ter problemas na terra e se quiserem ignorar o que sinto ou digo,é um direito que todos tem.
Aprendi a reconhecer o que são pessoas falsas.
Aprendi a reconhecer o que são pessoas hipócritas.
Aprendi a reconhecer o que são pessoas invejosas.
Aprendi a reconhecer o que são pessoas demagogas.
Mas o melhor de ter aprendido isso,é que agora,também sei reconhecer quando estou me inclinando a ter essas atitudes.

Contudo,isso me trouxe o lado bom da coisa:

Aprendi a rir de mim,dos meus erros,a levar a vida mais na esportiva.
Aprendi a ser mais esperta.Não esperta no sentido de querer passar a perna,mas de saber quando querem fazer isso comigo.Nem todo mundo é amiguinho.
Aprendi a reconhecer melhor minhas qualidades,a me valorizar mais,a perceber que as pessoas não são tudo o que elas pensam ser.
Aprendi a rir dos outros também.
Aprendi a não ser mais tão dura comigo mesma.
Aprendi a esperar o tempo certo para as coisas acontecerem,a ser menos ansiosa,mais paciente.
Aprendi a ser mais auto confiante.
A aproveitar os momentos,a ser mais despreocupada,a relevar mais as coisas.
A ser mais brincalhona,mais solta.

Sem contar que acredito que aquela longa fase de rebeldia,angústia e insatisfação com a vida –a minha parcela da chamada “adolescência”- chegou ao fim esse ano.Já vejo tudo com mais clareza, mais docilidade,mais compreensão,inclusive eu mesma.Ah,e consegui o estágio no MAC (Museu de Arte Contemporânea),e descobri que amo o que faço (artes,artes,artes) .
Conheci muitas pessoas que realmente valeram a pena ^^.E descartei também muitas que não valiam.
Me batizei!Isso com certeza foi o mais importante de tudo!Agora sinto Deus cada vez mais perto de mim e vejo as mudanças que ele tem feito no meu coração e na minha vida.
O ano de 2008 definitivamente foi um dos anos mais importantes que passei.Grandes mudanças e muito amadurecimento. Longe de ser o melhor ano da minha vida,mas com certeza,o mais necessário.

13 comentários:

  1. Esse ano aprendi algumas coisas que só consegui porque fiquei longe de algumas coisas e pessoas, pra ficar mais perto de mim.

    Mesmo assim, há coisas que não consegui entender ainda.

    ;)

    ResponderExcluir
  2. A gnt tá sempre aprendendo né...

    Ainda não consegui organizar as lembranças na minha cabeça de modo a definir, nem mesmo de modo superficial, como foi esse ano pra mim...

    Tá tudo confuso na minha cabeça...

    Seu template tá mto legal. De quem é a ilustração? Gostei dos traços e da finalização...

    Bjos e td de bom!

    ResponderExcluir
  3. de toda essa lista de aprendizagem , me falta aprender 1 item ^^" ... ateh dia 31 termino minha lição de casa...

    ^^

    ResponderExcluir
  4. O bom da vida é isso mesmo, que ela está semrpe se renovando e que nós, ainda qnão percebamos(o que não é o seu caso) estamos sempre crescendo.Crescer bom não é? Quer dizer então que vc fuçou meu orkut? Pois é sou professora de literatura, pois então!rs Um beijo moça e um feliz natal!

    ResponderExcluir
  5. A flor que não apanha nunca cria espinhos. E espinhos são necessários.

    [mnão gosto de analogias com flores. Parecem cantadas baratas... rsrsrs]

    Sempre melhor que ontem. Sempre pior que amanhã.

    Küssen...

    e ótimo 2009 [é, não comemoro Natal, deve ter imaginado... rsrsrs]

    ResponderExcluir
  6. Esse ano foi um ano ruim pra mim! Até junho foi legal, depois tudo caiu num buraco negro que me arrastou para o fundo... Mas agora estou saindo de lá e me reconstruíndo, com fé que no ano de 2009 as coisas fluam melhores!

    Bom Natal pra ti e estou de volta!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Que palavras lindas.

    Mas enquanto tivermos a vontade de viver, teremos de nos "sujar" um pouco com o "mau", entretanto, vale apena.

    Passando para desejar um feliz natal para ti, senhorita Dayane, e um próspero ano novo; é claro que também é válido para a tua família.

    Fica com Deus, menina.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  8. O importante é que você aprendeu.
    Pode ter sido dolorido e amargo, mas te fez crescer muito.

    Eu acho que vou aprender mesmo em 2009.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Ah meninan quem bom que as coisas melhoraram pra você.

    Que 2009 seja muito melhor ;)

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Tão bom que você tenha feito essas descobertas assim tão jovem, Dayane! Eu, que sou beeeemm mais velho, ainda brigo com muitas coisas que poderia, sim, ter resolvido lá pelos meus 19 anos!
    Siga mesmo com a Arte! É o que eu deveria ter feito, penso hoje!
    Bjooooooooooo!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  11. 2008 foi bem amargo para mim..estou contente q tenha passado.

    feliz 2009 p ti

    bjux

    ResponderExcluir
  12. Um bom tempo sem postar, em senhorita Dayane, fazendo o que de bom no seu "caldeirão encantado"?

    Fica com Deus, menina.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Às vezes o que é o melhor pra gente não é o melhor de ser vivido. Mas pior do que passar pelas parte difíceis da vida, é ver o tempo passar e ter a impressão de não ter vivido. Você viveu um monte de coisas nesse ano, e se você aprendeu tanta coisa, foi um ano proveitoso. Talves essa seja a coisa mais importante, ter aproveitado o que foi vivido.

    Beijos.

    ResponderExcluir

Sinta-se á vontade