Páginas

terça-feira, 7 de outubro de 2008



Acordei de um longo pesadelo.Deve ter acontecido isso mesmo,já que percebo estar adormecida há anos.Sonhei com a vida,sonhei com os outros e principalmente sonhei comigo.Tive sonhos dentro de um pesadelo.O pesadelo era exatamente isso:sonhar de mais.
Acordei,e a realidade é muito diferente de todos os seres abstratos que habitavam minhas fantasias.Acho que a realidade é até melhor,mas eu estraguei tudo:Quem amarga a minha vida sou eu - Eu de mais, sou veneno.
Nada incomum, nada estranho
Perto de nada
o mesmo velho cenário, a mesma velha chuva
E não há explosões aqui
Então algo incomum, algo estranho
Vem do nada
Eu vi uma nave espacial voar pela sua janela
Você a viu desaparecer?

Refrão:
Amie, venha sentar-se no meu muro
E leia a estória de "O" para mim
E conte como se você ainda acreditasse
que o fim do século
Traz uma mudança para nós dois

Nada incomun, nada mudou
Apenas um pouco mais velho, só isso
Você sabe quando encontrou isso
Há algo que eu aprendi
Porque você sente, quando eles o levam embora

Algo incomum, algo estranho
Vem do nada
Mas eu não sou um milagre
E você não é uma santa
Apenas um outro soldado
Indo para lugar nenhum
Tradução de "Amie" de Damien Rice

14 comentários:

  1. Todos temos nossos longos pesadelos, Dayane!
    Outros, deveriam ter!
    Bjoooooooooooooo!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Nossa amei seu blog....É muito bom poder ver os seus desenhos, que ao mesmo tempo que são claros , não são...não dá para explicar.
    Beijossss ahhh quero um desenho pra colocar no meu blog heimmmmm..

    ResponderExcluir
  3. Acho que sonhar demais não é pesadelo! É fuga. E as vezes é bem sucessida!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Às vezes, antes da empreitada mais forte, precisa-se do refúgio para tomar o fôlego necessário; e então, agir com sua verdadeira força. Mesmo que esse fôlego seja tomado dentro das cavernas mais obscuras, é ele que te dará força para seguir meis segura. Ademais, faço minhas as palavras de Lindarê.

    A propósito, invadi e comentei sem ao menos pedir licença. Perdão pela intromissão. Sou amigo da Natália [Necas] e estava a fuçar no Necas... até que aportei por aqui... e gostei muito mesmo.

    Até o próximo post... e não o próximo pesadelo.

    Küssen.

    ResponderExcluir
  5. Aiii como voce escreve super lindooooo
    =)

    amei o texto flor!

    BEIJO

    ResponderExcluir
  6. Meus sonhos são os mais loucos! ;~
    adooorei o blog viu ?!

    beeijos :*

    ResponderExcluir
  7. Se eu acorar, não durmo mais.

    ResponderExcluir
  8. Esse despertar é que é o fantástico de tudo, pois você não vai passar o resto da vida fantasindo. Vai poder compreender o melhor e com mais claramente o mundo à sua volta.

    Fique na paz querida ;)

    ResponderExcluir
  9. Acabei "achando" o seu blog num comentário em blog.

    Vim visitar e acabei gostando dele.

    Vou adicionar aos meus preferidos.

    Fica com Deus menina.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. O velho clichê que diz que o sonho não é ruim, mas o acordar que é.

    ;)

    (Sonha demais em um ponto é ruim, mas por outro, é uma das soluções).

    ResponderExcluir
  11. "Eu de mais, sou veneno"

    é...
    é bom equilibrar os sonhos, das realidades...
    o melhor é tornar os sonhos em realidade.

    Bja moça.. bom ler aqui... sempre ^^

    ResponderExcluir
  12. Dizem que a diferença entre o remédio e o veneno é a dosagem. Eu concordo. A gente extrapola de vez em qd. Ou de vez em sempre.
    Mas talvez os sonhos não sejam ruins ou bons, apenas uma realidade paralela...
    Beijos.

    ResponderExcluir

Olá queridos!
Seu comentário é bem vindo!Pode criticar, elogiar, desabafar, indicar referências, sinta-se a vontade!
Comentários na intenção de ofender serão ignorados!