Páginas

sexta-feira, 11 de julho de 2008



Hoje fiz uma grande constatação sobre a minha personalidade que pode soar um tanto bizarra se você não entender a essência da coisa:Sou antropofágica e o vômito é essencial.Então né,deixa eu explicar isso melhor.
Eu sou aquele tipo de pessoa que junta as coisas.Vai juntando,juntando,juntando,até que no final explode.Sou uma aprisionadora de emoções e as prendo tanto e tantas vezes que acabo não as reconhecendo mais,é como uma bola de neve.No fim,acabo totalmente sobrecarregada,irritada e com crises de choros sem motivos específicos.É ai que entra o meu lado antropofágico:Começo a pegar cada uma das minhas raivas,angústias e porquês e mastigo tudo.Pego tudo o que é MEU ou semelhante a MIM e mastigo,mastigo,mastigo,mastigo...Aquilo que me intriga,que me atormenta,que me faz mal,me deixa feliz,que me deixa contente. Começo a me sentir confusa,impotente.É meio que uma profunda viagem reflexiva ao meu eu mais profundo.Entro em crise mesmo e me ISOLO.Fico dias,semanas,meses presa em minha própria caverna deglutindo tudo,como se fosse uma digestão onde o organismo está digerindo tudo aquilo que presta e o que não presta.E como é que elimino o que não presta?Vomitando,obviamente.Começo a despejar tudo pra fora de repente,tudo aquilo que acumulei por anos a fio.E é tudo de uma vez só e muitas vezes sem controle.Começo a falar tudo o que penso sem dó nem piedade,a chorar todas as mágoas reconhecendo dessa vez seus motivos,a rir desenfreadamente, a dar bastas em pessoas e situações,procurar pessoas que acho que deixei pra trás,a abandonar quem acho que não vale a pena,a criticar o que e a quem quiser,a elogiar,enfim,a fazer e a dizer tudo o que sempre quis fazer e nunca tive coragem.Aí sim,quando sinto que já botei pra fora tudo o que precisava,como uma lavagem estomacal,quando me sinto totalmente desintoxicada,levanto a cabeça e saio da caverna,me sentindo pronta pra outra.
Mas não,não acho isso bom.Tenho que aprender a reconhecer meus sentimentos e reconhecendo-os,não ignorá-los e lidar com eles de forma madura.Sofro muito nesses períodos e tudo isso não aconteceria se eu fosse uma pessoa mais tolerante com os outros e comigo mesma.Essa de “deixar pra lá” só vai me acumulando mágoas e rancor,mesmo que inconscientemente e isso sempre me aparece em formas de desgaste mental,emocional e físico.Muitas vezes me sinto extremamente cansada sem saber o porque,como se levasse o peso do mundo nas costas.Mas agora eu me propus a realmente mudar essa situação.Comecei pelo meu quarto:joguei fora tudo o que não queria mais,o que não prestava,fiz uma faxina geral ,organizei-o e vou procurar mantê-lo assim,não o que sempre faço,que é ir juntando tranqueira,deixando a arrumação sempre “pra lá” e quando vou ver,está uma bagunça tão grande que nem dá gosto de fazer,já que nem se sabe por onde começar.É assim que me sinto,e é assim que não quero mais ser.Vou me limpar sempre que me sentir suja,não só quando a imundície ser tanta que apenas enxurradas violentas de água tem o poder de lavar.

22 comentários:

  1. Conheço muito bem esse " Deixa pra la " ... ou o que mas digo, " esta tudo de boa " ... Eu no momento estou passando por uma fase dessas... esse acumolo, cansa.. e muito mesmo... e agora estou na faze de " Vomitar tudo" Coloco tbm tudo pra fora ... mas o duro eu me controlo pra colocar.. pq s for sem controla.. ai de quem tive perto ^^" ... acho que eh por issu que num ando postando ... to meio confuso en relação a meus sentimentos .. sei la .. ando penssando muito mesmo esses dias... esta uma grande querra entre o coração e o cerebro ... Sentimento vs razão ... u-u" ... num creio que vo faze um coment desse tamanho ...

    Maus! pelo choramingo ^^" ... TEh moça! belo post como sempre ... Bom ter seus post devolta ^^
    A Paz de Deus~~

    ResponderExcluir
  2. Eu era assim exatamente como vc, mas de tanto me desgastar nesse processo, minha mente meio que gelou e eu fiquei fria pra um monte de coisas. Assim e sinto calma, não revoltada ou amargurada, mas calma.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Bela analogia! E desde que você não prejudique as pessoas, este "vomitar" é uma coisa boa, na minha opinião. Faz com que vc se sinta leve não é? Leveza de espírito é tudo!

    Bjus e td de bom!

    ResponderExcluir
  4. Incrivel! Acontecia muito isso
    comigo e ainda acontece, sabe?
    Vai acumulando, acumulando até
    chegar num ponto insuportavel
    que eu despejo tudo sem dó nem
    piedade. Mas ultimamente tô
    tentando mudar, agora toda vez
    que alguma coisa me incomoda
    eu procuro sempre com conversar
    com a pessoa (mesmo que eu saia
    de chata), porque assim fica
    tudo claro e resolvido. Embora
    as vezes seja inevitavel
    acumular algumas coisinhas!
    Espero que consiga fazer uma
    faxina bem-sucedida!
    Ah! Obrigada pelo elogio! heiuhei
    Volte sempre, tá?
    Beijão!

    ResponderExcluir
  5. Ahh! E cê já tá linkadíssima, tá?

    =D

    ResponderExcluir
  6. Oh Dayane, entendo o que vc disse!
    Não sou assim, sou estranha mas num consigo ir guardando tudo... as vezes explodo na hora mesmo!
    Que bom que voltou.
    Beijo
    =)

    ResponderExcluir
  7. Excelente blog. Acho que pode rolar uma interação bem legal entre nossos blogs: www.oequilibradordepratos.blogspot.com

    - O Equilibrador de Pratos -
    O que os homens pensam?

    Relacionamentos. Teorias. Discussões. Comentários. Mulheres. Sexo. E pratos equilibrados em varinhas. Bem-vindo à vida real.

    3 amigos (B. Sacamano, Hannibal e Jurandir, pseudônimos, claro) que resolveram fazer um blog tratando de assuntos que abordam o "Universo Homem + Mulher = Relacionamentos". Retrata todos assuntos citados acima, com textos bem escritos, humorados, ácidos, sarcásticos, irônicos e, sinceros ao extremo. Vale dar uma conferida. E que atire a primeira pedra quem não se identificar com algo. E por que o nome "O Equilibrador de Pratos"? Entre no blog e descubra. Será um "soco no rim". No bom sentido, é claro.

    ResponderExcluir
  8. Eu vou guardando mais as coisas maiores. As menores eu ponho pra fora. Mas o pior é guardar aquela que nos deixa pior.

    Mas ainda não colqouei nad apra fora. Tenho medo desse dia.

    ;)

    ResponderExcluir
  9. Menina, eu sou muito assim também viu? Mas já fui mais. Me desgastei muito com isso. Hoje eu prefiro me livrar na hora. Não da nem tempo de mastigar, bateu levou...

    Beijão querida.

    ResponderExcluir
  10. As vezes acho que Deus fez o choro para a gente não explodir,...rsrs

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. E este Sol impõe a claridade
    Pôs no celeste a Lua a bocejar
    Perdi a conta das estrelas no céu
    Ergui-me em bicos para as contar


    Voa comigo sobre as emoções

    Boa semana


    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  12. eu não consigo ser assim... em geral eu sempre deixo pra lá, porque no fundo eu não ligo muito para o que as pessoas me dizem (a não ser minha mãe e minha avó).

    Mas eu imagino como deva ser, mas tu tens que te lembrar que só se engole algo, porque se quer engolir.
    É como aprender a dizer não quando no fundo, se quer dizer sim.

    *O texto é real, mas não quer dizer que tenha sido comigo, porque alguns dos textos que eu já escrevi foram verdadeiros (mas esse é meu, aconteceu comigo, e eu ainda tenho aquela redação).

    =*

    ResponderExcluir
  13. *O*
    nosssaa
    o pior ée que sou parecida coom vc auhuhauha
    by:
    http://imensidadx3.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Você se equilibrar consigo msm é muito difícil.
    Eh muito difícil vc se aceitar e entender seus medos e fragilidades, mas nada melhor do que um momento só seu para sua aceitação e entendimento.
    Gostei mto do seu post.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  15. E tem tanta gente assim, Dayane!
    Mas, você, pelo menos, tem consciência de que fazer uma faxina é preciso! Então, vassoura, água e sabão hehehe!!!
    E um bjoooooooooooo!!!!!!!

    ResponderExcluir
  16. NÃOOOOOOOO não fica assim!
    haha
    voce pode magoar as pessoas desse jeito.. A melhor coisa é resolver os problemas na hora! =]

    beijooo flor

    ResponderExcluir
  17. dando mais um passeio pelo seu blog, gostei daqui,é bom te ler.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  18. Já fui assim também, mas percebi que é bom botar pra fora nem que seja escrevendo num pedaço de papel que ninguém vai... uma terapia básica.
    comigo funciounou.


    um abraço

    ResponderExcluir
  19. Que bom que você voltou!!!!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  20. Nossa, então você sou eu tb!
    me encaixei inteiramente na sua descrição. A pior parte é a "lavagem estomacal", né?
    beijos
    Lyra
    http://www.teclamaldita.blogger.com.br/index.html

    ResponderExcluir
  21. A intensidade do teu texto toca a alma...

    Beijo e mais beijos...

    ResponderExcluir
  22. eh verdade..
    vc ta cada dia mais sábia! :D

    ;*

    ResponderExcluir

Olá queridos!
Seu comentário é bem vindo!Pode criticar, elogiar, desabafar, indicar referências, sinta-se a vontade!
Comentários na intenção de ofender serão ignorados!