Páginas

terça-feira, 24 de junho de 2008



Escolhi andar por um tempo.Não que eu tenha renegado minhas asas,mas elas estavam cansadas.Quando se voa de mais,perde-se o contato com o chão.Tanto o vôo quanto o caminhar são necessários e devem ter um certo equilíbrio entre si.Quem voa muito,deixa de sentir em cada canto de sua pele a maciez e aspereza terrena,os cortes provocados por suas pedras pontiagudas e a delícia de tocar com os pés cada folha de cada árvore acometida pelo tempo.Por que o bom é assim:primeiro,joga-se largadamente sobre qualquer superfície para só depois com todos os sentidos,sentir todas as sensações que essa mesma superfície tem.Olhar cada cor,cheirar cada aroma,tocar cada textura,degustar cada sabor,ouvir todos os sons...E são poucos os que conseguem através destes,despertar em si mesmos aquele sexto sentido transcendente,pois é preciso intimidade com a terra para que isso aconteça.E é por isso que agora eu caminho: com as nuvens já cheguei ao meu destino.A terra para mim é algo muito novo a ser explorado e quero conhecê-la em todas as suas desventuras.

17 comentários:

  1. É preciso caminahr por terra, e voar, para que nada atrofie.

    Preciso experimentar um pouco poder voar ;)

    ResponderExcluir
  2. Que lindo Dayane.
    Senti uma sinceridade extrema, quando você disse que "cansou de voar", eu ainda não consigo deixar de voas ás vezes!
    Ficar com os pés no chão é muito importante e legal, mas é tão real e cru... que vôo...
    Beijo
    =)

    ResponderExcluir
  3. Quando começo voar muito, a vida vem e corta minhas asas... rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Mas vamos combinar que caminhar demais cansa né?!?!? =]

    AMOO PASSAR AQUI!!

    ResponderExcluir
  5. Voar pra mim, não é exatamente "sair do ar" é também poder sair do chão pra enxergar 'a vida' por outro ângulo...
    .
    gostei muito daqui
    .
    beijocas
    =)

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito deste teu cantinho dona moça... se me permitir irei linka-la aos meus rastros...

    Beijo e mais beijos...

    ResponderExcluir
  7. gostei disse ai q escreveu!!
    obrigada pelos elogios viu ;)
    e ai como passou esse feriado?? beijosss =))

    ResponderExcluir
  8. Sabes que concordo?
    Voar é bom, mas... Acho que jamais trocaria permanentemente a delicadeza de pisar na grama, na areia e na agua pra ficar pra sempre voando!
    Agora, com licença... Vou caminhar um pouco com os pés descalços. Logo logo alço voo e volto a pousar aqui.
    Considere-se devidamente linkda em meu canto...
    Um abraço sincero!

    ResponderExcluir
  9. Oi Dayane!
    Gostei demais do seu blog.
    O logo, os textos, a arte e principalmente: seu perfil. Temos muitas coisas em comum.
    Senti muito coração nesse seu texto, gostei mesmo =]

    Muito obrigada pela visita, viu? E volte lá sempre, eu vou voltar aqui.

    Beeeijo

    ResponderExcluir
  10. Gaia, conecte!

    =) Cirande sempre q sentir vontade

    Pensa ela
    Ela Diz

    =*

    ResponderExcluir
  11. Post maravilhoso, Dayane!! Voar é bom demais, mas a gente precisa aprender mesmo a gostar também de sentir a terra, como você descreveu! Poesia e Filosofia juntas, você é uma revelação!!
    O novo visual ficou lindo também! O template é obra sua? Faz Educação Artística, não é? Ficou excelente, com um trecho de música do Chico completando o recado!
    Pra ficar tudo "nos trinks" (sabe o que é isso?), só falta tirar essa "verificação de palavras" aqui embaixo. Sabe como se faz? Se não sabe, me diz que eu explico.
    Mas, tá tudo MUUUUIIITOOOOO bom mesmo!!
    Bjooooooooooooooo!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Dayane, é vc que cria essas postagens ou vc copia?
    Me desculpa a pergunta mas se for vc, parabésn vc é muito profunda e sincera nas suas palavras.
    Sou nova por aqui mas espero fazer amigos logo.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  13. Tem um Meme pra vocÊ lá no Infinitas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. pois bem, ande com calma que dá tempo de ver tudo...

    ResponderExcluir
  15. Sexto sentido?!?!?

    parece muito bom. Tenho cá minha resistência em tocar o chão com meus pés, contudo nem chego a voar, apenas me calço.

    ResponderExcluir
  16. Que sua viagem seja futífera.
    Bjinhos!

    ResponderExcluir
  17. Não conheço ave que não pouse!

    ResponderExcluir

Olá queridos!
Seu comentário é bem vindo!Pode criticar, elogiar, desabafar, indicar referências, sinta-se a vontade!
Comentários na intenção de ofender serão ignorados!